1º Exame de Qualificação da Uerj – comentários sobre a prova

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) realizou ontem, dia 16 de julho, o 1º Exame de Qualificação do vestibular 2018. A fim de ajudar todos os alunos na compreensão do estilo e conteúdo cobrado, o Sistema Elite de Ensino preparou comentários sobre cada área do exame. Confira!

LINGUAGENS

Em tempos de crise, sempre se imagina que os ânimos irão se arrefecer ou a vontade e a qualidade irão diminuir. Isso não foi a tônica da UERJ, que se manteve firme – com qualidade e competência – na aplicação do seu vestibular.

No que se refere ao certame, a UERJ foi fiel ao simulado que disponibilizou para os alunos, com suas questões já características de gramática aplicada ao texto (num verdadeiro português instrumental), bem como questões de cunho interdisciplinar, que não são novidades em concursos como o Enem, mas que a Uerj conseguiu adequar à sua realidade com bastante autonomia e independência.

Vale destacar também as questões relativas aos contos de Guimarães Rosa. A grande dificuldade poderia ter sido não conseguir fugir da estética das escolas literárias, diminuindo os traços concernentes ao autor. Nesta prova, contudo, os contos dialogaram com os demais textos da prova e os elementos relativos ao enredo, tal qual a estética única de Guimarães Rosa, se fizeram presentes.

MATEMÁTICA

As questões de Matemática do 1º EQ UERJ 2018 vieram muito bem elaboradas e distribuídas com diferentes níveis de dificuldade. Os enunciados se apresentaram bem claros e nenhuma das questões possui dupla interpretação ou possibilidade de anulação. Dentre os conteúdos abordados, houve os clássicos: Probabilidade, Porcentagem e Grandezas Proporcionais, além de Função Afim e o belíssimo Teorema de Pitágoras. Destacam-se as questões 5, 32 e 35 por estimular o raciocínio matemático através da construção e observações dos modelos mostrados em cada enunciado.

FÍSICA

A prova estava em um nível fácil, com exceção da questão 42. As questões abordaram os seguintes assuntos:

6- Simetria – Figuras Enantiomorfas (Óptica).

7- Conservação Momento Linear – Choque Inelástico.

38- Mudança de Fase (Física e Química).

40- Cinemática – MRUV.

42- Dinâmica – Blocos sem Atrito.

43- Indução Eletromagnética – Transformador

QUÍMICA

A prova apresentou um bom nível, com as todas as questões dentro do esperado, algumas até mais fáceis que em anos anteriores. O aluno que estudou não deve ter encontrado dificuldade para fazer a prova.

BIOLOGIA

De um modo geral, a prova veio extremamente simples, tanto no nível de profundidade de conhecimento cobrado, como na própria montagem dos enunciados.

Os assuntos que aparecem em Biologia estão dentro do que a banca costuma cobrar normalmente, como citologia, ecologia, e noções básicas de características, organização e evolução dos seres vivos.

QUESTÃO 08 – Abordando uma característica presente em grande parte dos animais, a simetria bilateral tinha como gabarito a grande cefalização (letra A), que era a única dentre todas as opções que tinha uma característica comum dentre todos os seres do Reino Metazoa com esse tipo de simetria.

QUESTÃO 11 – Uma questão simples que cobra o conhecimento sobre funções e propriedades da membrana plasmática, associando a sua estrutura assimétrica com função de realizar o transporte de substâncias (letra C).

QUESTÃO 37 – Uma questão de ecologia. Por meio do enunciado e da figura, nota-se a descrição de um processo de aumento gradual da quantidade e da complexidade de seres vivos no ambiente, um fenômeno chamado de sucessão ecológica (letra D).

QUESTÃO 44 – Cobrando conhecimentos sobre a evolução dos grupos vegetais, a pergunta pede para associar a vantagem que os vegetais conquistaram com a dispersão de suas sementes. Era fácil de notar que a resposta era a conquista de novos ambientes (letra B), que é nitidamente uma característica das angiospermas, grupo que possui flores (que facilitam a dispersão de pólen) e frutos (que facilitam a dispersão de sementes).

QUESTÃO 46 – Uma tradicional questão sobre citogenética, questionando a importância da alta quantidade de heterocromatina nos cromossomos durante a meiose. Considerando que, durante a divisão celular, a célula tem que garantir uma entrega igualitária de seu material genético para as suas descendentes, não seria difícil notar que a resposta correta é a distribuição de DNA para as células filhas (letra B).

GEOGRAFIA

As questões de Geografia, de modo geral, apresentaram um nível entre médio e fácil, abordando temas atuais como a greve geral que ocorreu no Brasil este ano, teste nucleares da Coréia do Norte, a crise imigratória na União Europeia e a política de imigração do governo Trump. A prova também manteve o padrão ao abordar temas clássicos no EQ’s, tais como: modelos produtivos e cartografia. Outra característica mantida foi a interpretação de textos e, sobretudo, de mapas.

HISTÓRIA

As questões de História foram acessíveis e seguiram a linha tradicional do exame: Era Vargas, Patrimônio Histórico e Construção de Memória e Greve Geral de 1917 – nesta última questão, inclusive, houve uma comparação com a Greve Geral de 2017. Um aluno bem preparado conseguiria resolver a prova com tranquilidade.